Covid: em uma semana, 5 mil pessoas buscaram 1ª dose da vacina no Rio

Mais de 5 mil pessoas procuraram os postos de vacinação na primeira semana do ano para se imunizar com a primeira dose contra a covid-19, na cidade do Rio de Janeiro. Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, a busca pela vacina...

Covid: em uma semana, 5 mil pessoas buscaram 1ª dose da vacina no Rio

Mais de 5 mil pessoas procuraram os postos de vacinação na primeira semana do ano para se imunizar com a primeira dose contra a covid-19, na cidade do Rio de Janeiro. Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, a busca pela vacina por quem ainda não tinha se imunizado foi surpreendente.

“A gente esperava que ia aplicar muito poucas primeiras doses. Mas 5 mil pessoas decidiram iniciar seu esquema vacinal, muito provavelmente por causa do passaporte sanitário [comprovante de vacinação exigido para entrar em muitos locais na cidade] e por conta da variante Ômicron”, disse o secretário.

Ele explicou que, em muitos desses casos, a secretaria tem optado por aplicar o imunizante da Janssen, que tem dose única, em vez de duas doses: caso da AstraZeneca e da Pfizer. Mas disse esperar que as pessoas, que receberam a vacina da AstraZeneca ou Pfizer, voltem aos postos para a segunda dose e as doses de reforço.

Ômicron

O avanço da variante Ômicron, que hoje representa 98,1% das infecções por covid-19, tem provocado aumento do número de casos na cidade, mas, segundo Soranz, ainda não houve crescimento das internações ou de casos graves.

A ideia, no entanto, é continuar acompanhando o quadro de transmissão da doença na cidade. Entre as medidas adotadas pela Secretaria Municipal de Saúde está o aumento das testagens para detecção do coronavírus na população.

Para isso, a secretaria já inaugurou nove centros de testagem municipais na cidade e mais três estão previstos para a próxima semana, com capacidade para fazer mais de 10 mil exames por dia.

O grande problema que está sendo enfrentado pela secretaria é o afastamento de profissionais da saúde, por causa da covid-19 e da influenza. Cerca de 20% da força de trabalho da rede municipal de saúde está afastada do trabalho. Segundo Soranz, 800 profissionais do banco de concurso da secretaria foram convocados nesta semana. Na semana que vem, a previsão é convocar mais 400.